4 de junho de 2009

Quem de nós, não enfrenta tanques todos os dias?


Um dia muito frio!
Tanta coisa para fazer...preguiça no meio da coberta.
Comecei a tomar linhaça, pois tem ômega 3.
To bem melhor obrigada!
Não tem outra forma, senão encarar a vida...
Mesmo quando tudo te puxa para baixo...semana após semana.
O povo continua brigando por causa de futebol( hoje vi no jornal).
Ainda não acharam o avião.
To com medo de cortar o cabelo...
Ainda sinto raiva do Bush,e sinto uma certa pena do Obama.
As revistas chegaram, a capa da National ainda fala de árabes e cristãos;
a Exame (que ainda nem folhei) tira um sarrinho da conveniência
Da Sadia e Perdigão se unindo...a About este mês veio um tédio, e a Claúdia
ta pecando com tanta beleza e só; acho que vou assinar a Piauí mês que vem.
Ainda prefiro gibi na realidade, são mais leves!
To tentando parar com tanto chocolate, então comecei a comer pêras.
Minha força tem vindo de pessoas que eu nem imaginava serem minhas...
Comecei a gostar de rock progressivo...mas continuo
escutando MPB todo dia...
Sábado vou dançar quadrilha com a turma do pré.
Esta semana começam as provas, metodozinho pífio de se
programar pessoas,como se elas se reduzissem aos números...
Ontem gostei da aula de política, gosto de pensar na cabeça do
Getúlio...embora não concorde em achar semelhanças com o atual presidente...
sei lá, só mostra que o povo continua atrás do pão e circo...pena!
Tava folhando o jornal, falando da China...lembrei da cena na praça da paz celestial, onde um menino (rapaz) tentava enfrentar um tanque...eu era pequena, nunca esqueci...parece que as coisas não mudam em Pequim. Não entendo porque os chineses brigam tanto...é tudo gente....no sul ou no norte...no meio ou embaixo rsrsrs...
Me dá uma agonia, de não ver nas pessoas e no mundo evolução...chega a desanimar!
Comprei uma calça menor (o duro é corpo de menina com carinha de velha...haha)...
Semana passada voltei a roer unhas, mas já parei com o pseudo-auto-canibalismo, chega de punição.
Tava tão decepcionada comigo que preferia unhas à comida.
Dormi 7 horas consecutivas...a coisa vai melhorar.
Acordei cantarolando Baleiro: “acordei com uma vontade danada de mandar flores ao delegado, de bater na porta do vizinho e desejar bom dia, de beijar o português da padaria ...”
Tomar banho foi foda! Friooo...
Comprei um livro novo, “Criação sem Pistolão”Carlos Domingos,e tomei chá de amora(é ruim) prefiro hortelã do meu vazinho...
Ontem vi o pessoal comentando do curso de audio visual que larguei...fiquei triste, senti saudade.
Queria comprar milho quente hoje, mas da última vez que o fiz deu dor na barriga.
E é verdade amiga, aqui também ninguém dá seta para entrar!

Amne

4 comentários:

Alana disse...

Diante de tudo, o que mais me irrita é a seta! Se fosse pra efeite , ela não estaria lá!! Acredito que ninguém colocaria num carro algo que só teria utilidade no Natal!

uma poetinha... disse...

É bem provável que hj ela seja "opcional de fábrica"...hehe...inacreditavelmente IRRITANTE, viver nesta cidade onde ninguém optou por ela arrggg...;)

Nestor Lampros disse...

Era uma vez e mais de uma vez uma mulher que era linda, por dentro e por fora. Minha amiga, Amne, que refletia o céu, no céu, e música, nas constelações. E escrevia e não tinha pejo de escrever e descrever o que acontecia no seu imenso íntimo. Ela é alguma coisa de bonito. Tenho que lhe fazer uma caricatura. Tomara que eu viva para fazê - lo. Beijo, Amiga!!

uma poetinha... disse...

Que gentil ...poeta...com tuas doces palavras melhorou meu dia!A beleza amigo, está nos olhos de quem vê!vai viver sim, e me fará muitas caricaturas e até quadros rs...bjão te adoro!