10 de julho de 2009

Um "Romance sobre o nada"


Hoje, vi o Abujamra dizer: “Quero escrever um romance sobre o nada”, queria contar pra ele que já vivi esta história, e quanto mais eu vivia o nada, mais cheia eu fiquei de tristezas.
Tomara que agora, quando ele pegar um papel, colocar os óculos e se vestir de sarcasmo, escreva um romance sobre o tudo. Farei questão de vive-lo também.
Amne

Um comentário:

Fyllos Logos disse...

Já, leu Sarte em "ser o nada", é de muito bom grado,um estudo da vida enquanto seres vácuos.Há ainda Graciliano Ramos,indico para você "angústia".

Na realidade nossa vida é um drama, ela é dividida em romance ,tragédias e rupturas de passado com presente, e futuros planos para o futuro.O nada já temos, cabe a cada qual constituir seu santuário interior!!

Beijos!