21 de outubro de 2009

Ética, sonhos, fé e abnegação.


Hoje conversando com uma menina, que é mais doce que doce de batata doce, chegamos em pontos interessantíssimos de nossa existência.Como ser gente? E não uma gente qualquer, gente de qualidade...
Ela se dizia perdida, pensei, olha para quem ela pede conselho?!? Logo eu, crua assim.
Falei para ela, ser gente tamanho grande é quase como ser gente pequena, com a diferença do tamanho das pedrinhas no caminho.
Pensei na vida, a minha. Pedras todo mundo esbarra ou carrega.
Eu falei para ela, o diferencial em “ser gente” está no colorir das pedras de cada um de nós, e nos últimos tempos andei aprendendo umas coisinhas.
Aprendi que ética nada tem haver com regras, ter ética é fazer para os outros aquilo que faríamos por nós.(Pena a gente aprender este tipo de coisa errando!)Pena...
Aprendi também que não podemos conhecer, nem amar nada, nem ninguém, sem ter pleno conhecimento de quem somos, do que aceitamos, do que não aceitamos, e o que queremos pra vida da gente.Isso nada tem haver com o mundo dos outros, e só no se conhecer.
Parece fácil, mas é difícil pra burro. Um dia a gente aprende...hora mais ou menos.
Entendi finalmente que sonhos e metas são o que giram a vida na roda gigante, de nossas escolhas.
Quem não sonha é pobre, pobre e de marré, marré, marré ...E nada adianta sonhos sem abnegação e luta!Até para sonhar é preciso andar reto, senão o sonho não acontece.
Aprendi que é essencial ter fé no papai do céu, mas, mais importante é crer em si mesmo, tirar força e apostar em ser quem é, como é.Nunca deixando que ninguém subtraia suas qualidades e defeitos, você é mesmo tudo isso.
Contei para a menina, que para escutarmos os demais, só mesmo escutando a voz dentro no nosso peito, que sempre sabe o caminho à percorrer, sempre.
Se aceitar é o primeiro passo para a felicidade, depois tentar errar o menos possível...ter metas e não ter preguiça, medo ou covardia para alcançá-las.
Amar as pessoas é algo muito importante também, acreditando nelas. Até o mais bárbaro ser, tem coisas bacanas.
Aprendi procurar separar sempre o que é bom nas pessoas e situações, o resto a gente deixa que o tempo apague...ele é sábio, né?
Procurar ser puro faz o diferencial nesta terra, mas exige muito também...Pureza está ligada à transparência ...aniquilando maldades. Certa vez meu filho disse: “meu amigo não acredita no papai Noel, mas eu acredito mamãe...será que ele existe?” Respondi “Tudo que você crê, é real, se você acredita, então existe para você!”
Uma vez eu estava triste, lembrei do que do meu filho e o que havia acontecido.
Perguntei pra voz no meu peito : Será mesmo que Deus existe?...e a voz respondeu: Se você acredita, então existe!
É isto gente: Ética, sonhos, fé e abnegação. O segredo da vida da gente!
Amne


"Ela acreditava em anjos e, porque acreditava, eles existiam."
(A Hora da Estrela)
Clarice Lispector

2 comentários:

Sil Santos disse...

Reze, mais continue remando neh poetinha?

uma poetinha... disse...

sempre... menina mais doce que doce de batata doce...