9 de outubro de 2009

Nas camas vazias...


Tem dias que ficamos tão perto de nós mesmos
Que chega assusta
O limite entre o bem e o que é mal
Quase aparece
E nos perguntamos quem somos afinal
E qual é o sonho que permeia a esquina
Onde passam carros
Andei lembrando ,
E quase que me escondo ali no cantinho
Onde mora a loucura e a paixão...aquela.
Lidar com passado é difícil
Viver dele inadmissível .
Futuro dizem começar depois de hoje
E o hoje no meio disso tudo?
Saudade só pra quem ficou
Na tendência suicida dos insetos de nós mesmos...
Hora de estabelecer um limite pra liberdade do pensamento.
Amne

capa:Pink Floyd - A Momentary Lapse Of Reason

2 comentários:

João Gilberto disse...

"E qual é o sonho que permeia a esquina/Onde passam carros?"

Posso "roubar" essa frase pra mim?

E ainda uma capa do Pink Floyd?! Definitivamente, apaixonante!

João disse...

A poesia mais triste do mundo, prefiro a morte do que limitar meus pensamentos, mesmo que esses doam mais que a morte, se eu era melancólico agora virei um suicida em pontência rsrsrs , bela poesia.