26 de agosto de 2009

Cantando o lamento do moço


Que se toquem as liras
Que se matem os corações machucados
Que se faça mais um samba de amor
Que se guarde nele um pouco de dor
Que se olhe a morena e seus rastros

Que se morra por seus olhos
seus encantos mais profundos
sua atraência de menina...
desfolhando o calado do mundo

Que se creia mais na vida
Que se faça mais meninos
Pra se encher de calor meus dias

Que se dance com as preces
Que se viva de maxixe
na falta de um ombro claro
ou de uma dengosa mulata...

Morena
morena
morenice que não passa

sapatiando no meu peito
sereia faceira que vive à rodar
suas rendas de menina
fora d'água do mar...

Coração cansado de apanhar
de uma morena menina faceira
por quem fui me apaixonar
pa para pa pa para pá para pá...
Amne

Imagem: Kadu Veríssimo

Um comentário:

Alana disse...

Papa para papá, ah iê, ah iêê!!
Lindo! :D