24 de agosto de 2009

Ainda vou te fazer uma canção


Já rezei pra todo santo da terra e do céu
Ajoelhei pedindo chuva
Já cantei uma cantiga
pra amenizar a minha dor...

Já passei com pé na brasa
Já girei pedindo trégua
Já me cansei do teu me olhar
carinhando foto velha
o teu ficar
esperando mais tardes cor de tempo
e rezando pra Maria
santa que protege os corações amaldiçoados
de vento...

Querência tola de medos
Amanheci virando anjo
tocando olhos pra se fazerem mais tristes

Ando parecendo gente
desta do tipo bem pequeno
pequena tamanho vintém
Fico olhando pro céu
enquanto o coração balança tum tum
sarreando a morte de toda uma era

Se hora eu sobreviver
te aviso.
A gente marca um riso...um beijo,
ou fabrica história pra se marcar num papel.
la laia laia...laia laiá...laiá...
Amne

Desenho: artista CIZI

4 comentários:

Alana disse...

Se sobreviver, te aviso.
Quem sabe você esteja viva, também, e a gente marque um riso!?

Uma menina... disse...

Laia laiás infinitos... pra amenizar a dor... Adorei...

Fabrício Mohaupt - Tito disse...

Indiquei seu blog ao selo "Vale a Pena Ficar de Olho Nesse Blog". Dê uma passada lá.

uma poetinha... disse...

q Coisa gentil...querido.
Muito obrigada mesmo.
vou ver.
bjão