27 de setembro de 2009

Não, não é engraçado!


Oh vida, oh céus oh azar!
TPM.
O mesmo que suicídio diário.
Falaram que é culpa dos hormônios, que droga de hormônios.
Deve ser o tal Deus, que errou na minha receita e me deu muito disto.
Cala a boca seu mosquito cretino!
Hoje Enya me irritou, Nirvana me acalmou.
Fez sol, e mesmo assim estava com raiva do céu.
Parece que meu pé encolheu novamente, arrumei um micro sapato amarelo ovo, meus Deus, eu jamais compraria algo assim ...
Escondam a carteira, antes que eu me vista de Barney.
Hoje chorei porque errei o arroz, o pior é que sempre erro.Se vira moda vou acabar desidratando.
A TV só mostra desgraça...a vida nem falo nada.
Explosão em SP...explosão em minha vida.Preciso preparar uma trincheira mês que vem.
Falaram que sou espirituosa.
Choveu no sul e também em minha cabeça!Tipo aquela nuvem do Cascão...
Chicletes sabor manga com kiwi?Pelo amor de Deus!?! Que droga é esta?Querem mesmo atingir todos os públicos...o próximo será de tutu de feijão!
Livros longos, como tem gente chata na Terra.
Onde se compram bombas?
Chutei o chão com força, ele se vingou...meu joelho dói.
Parece que Queen na época errada ajuda a acelerar a tentativa de suicídio, e doce tem fatores calmantes fortes.
Falaram que as calorias, são pequenos seres que entram no armário enquanto dormimos para apertar nossas roupas...será? Na dúvida vou ficar de “tocaia”...
Tenho vivido demais, mas os hormônios estão me sacaneando.Devo sinceramente estar com duzentos e vinte e quatro quilos e milhares de gramas.
Talvez hoje Bob Dylan, Bob Marley ou o Bob esponja estariam mais felizes sendo eu...
Laquê cheira velha, ódio de laquê.
Talvez seja melhor comer um mousse, nada de suspiros...
No mais boa noite, pra quem acredita nisto!
Amne

Obra: meu amigo Nestor Lampros

2 comentários:

Cervan disse...

Tempo de
Paciência
Masculina

(tive medo de comentar, mas foi somente um lampejo... já passou)

uma poetinha... disse...

quase morri de rir! Parabéns...hj isto foi um fato isolado...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
beijão