19 de setembro de 2009

O Gênesis


Na capa da piauí veio "O Gênesis" , minha semana foi uma droga também.Como diz minha amiga, "Fui da fama a lama" em um espaço de horas, como pode acontecer tanta coisa em minha vida em um espaço tão curto de tempo?
Sei lá, me disseram que por tudo que ocorreu era pra eu jogar a toalha, respondi "parece que vim sem uma dessas".
Tem gente que veio de passagem, eu pelo visto vim de corrida...haja perna.
Choveu e fez sol, sábia natureza.
A menina continua tristonha, sorte ser menina, terá muito tempo para aprender a sorrir.
Meu peito teve até um dia de pura composição de Maracatu, fui esquecida na mesma proporção que fui lembrada, e pasmem : por pessoas bem diferentes.
Me animaram e me entristeceram no mesmo dia, quase ao mesmo tempo.
Ninguém tem pena do meu coração!?!
Quis partir, mas acabei ficando por causa da fé na vida.
Estive com uma pessoa com o rei na barriga, mostrei meu pé plebeu que fala sonzinhos...
Achei esquisito o que senti hoje pela manhã.
Tem gente precisando de malol, tem gente carente de abraço...
Tem gente me ofertando colo, tem gente que esqueceu de me ligar.
Recebi mensagens no celular, mas só vi agora.
Queria um palhaço mais engraçado no senado.
To com pena de quem esteve hoje na feira literária do Rio, só o Ziraldo disse que distribuiu cerca de 4000 autógrafos.Conversei com um amigo do sul, e contei pra ele que somos todos do sul... da América do sul, não adianta tentarmos ser frios, até nossos alemães são quentinhos.
Aluguei finalmente "Ensaio sobre a Cegueira", vou assistir agora...
Fiquei sabendo que Pedigree tá passado, o negócio agora é RG Subcutâneo, e que ainda se fala nas falcatruas do Maluf, é praticamente um "Che Guevara" ao contrário, pensei em estampar camisetas e vender na Sé.
To gorda, mas comi pizza e doce de leite.
To também com medo de ficar careca...Envelhecer por fora é uma merda.Por dentro bacana demais, cada dia fico mais interessante...
Esta semana começam as provas, e para ajudar tenho uma professora que fala, fala , e fala...mas meu cérebro é seletivo e só consigo ver a boca dela se mover sozinha...logo, o sono me persegue...a danada da mulher gera todo tipo de sentimento, mas...deixa, outra hora explico.
Descobri que os jornalístas seguem cinco perguntas, e que briefing depende da "marca" hahahaha...
Fui preconceituosa, mas me arrependi.A gente se gaba demais, mas não sabe nada.
Dei meu ombro pra alguém que pra mim nem sentia, são as benditas surpresas, ou seriam malditas?
Preciso parar de andar na montanha russa.Isto sim é um fato.
To gostando de ser grande, mas ainda compro o número 34.E por sinal, novamente não tinha meu número.
Tenho um amigo com um pé no abismo, to quase jogando ele...quem sabe não voa?
No mais, foram barras de chocolate e muitos cheiros no menino...
Sem falar no danado do vazio em minha semana do saco cheio!

Ps. Por aqui continuam sem dar seta.É apenas uma regrinha básica, pelo amor de Deus!?!

Amne

3 comentários:

Nestor Lampros disse...

A transfiguração em coisa mágica. O cotidiano visto com humor e amor. Tudo a serviço de uma fala expontânea e linda, como vc é, Amne!!

João disse...

bem , quanto á seta , poderia sugerir que a melhor via é sinalizar á esquerda, bem isso é um outro assunto, rs , legal essa coisa "da fama á lama", a velha lição nos diz que precisamos nos relocar, saber que nossa "cotinianice" é muito pequena para nos prendermos á ela, somo uma fina cmada de poeira atômica que ocupa lugar nos espaço e no tempo (que são coisas que, por sua vez , não compreendemos) sei que as coisas são dificiceis minha amiga , mas você sabe enfrentar a beleza dessa vida,(e as vezes queríamos ser como os outros que riem das desgraças da vida) no filme "Deus é brasileiro" há no mínimo uma frase intrigante: " se todos os nossos momentos fossem felizes a vida seria uma chatisse sem fim, tá... não quero mais falar sobre Shopenhauer mas ele dizia a mesma coisa" provavelmente o tédio nos levasse ao suicídio, se todos os momentos fossem de euforia e não nos restasse a melancolia,a apatia, a depressão o que seria da poesia? provavelmente Amne, você nem se preocuparia em se dedicar á um blog de poesia, porque não haveria poesias, aliás poesia só existe graças aos dias ruins, se é loucura eu não sei , mas com meu sorriso mais sincero quero morrer numa cadeira lendo algo,você entende? Um brinde á loucura , á nossa saída da caverna de platão, um brinde á luz do dia , bjo!

Vanessa disse...

eita montanha russa...
mta variação...ainda bem que não tinha toalha :) assim se poupa de joga-la sempre ..
Ps: adorei o até nosso alemaes são quentinhos ( adoooroo a diversidade) rs

bjooka flor